Atendimento via chat
Atendimento via chat

Fagoc recebe fórum sobre Políticas de Drogas das regiões de Ubá e de Muriaé


O auditório Ary Barroso recebeu o 2° Fórum de Discussão sobre Políticas de Drogas das regiões de saúde de Ubá e Muriaé na sexta-feira, 19 de outubro.

 

A apresentação do evento se iniciou com mesa composta pelo coordenador do curso de Psicologia da Fagoc, Alexandre Augusto, com o diretor geral da faculdade, Marcelo Andrade e autoridades do Conselho Regional de Psicologia - Minas Gerais e Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais. 

 

Em um primeiro momento, os palestrantes se reuniram para um debate sobre avanços e desafios nas políticas de atenção à saúde nos casos de uso prejudicial de drogas. A discussão, que foi moderada pelo professor do curso de Psicologia da Fagoc Bruno Feital Barbosa, teve a participação do vice presidente do Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais, Ederson Alves da Silva, da conselheira estadual de saúde, Lourdes Machado, e do coordenador do Núcleo de Pesquisa e Intervenção nas Políticas sobre Drogas, Marcelo Dalla Vecchia.

 

Na foto, os participantes do primeiro debate Marcello Dalla Vecchia, Lourdes Machado, Bruno Feital Barbosa e Ederson Alves.

 

 

 

Um dos assuntos questionados no fórum, foi a Portaria 3588 que determina a implementação de novas políticas no campo da saúde mental do estado. Em nota distribuída aos participantes do evento, o Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais se posicionou contra a portaria. O vice presidente Ederson falou sobre a importância do evento em relação a esta portaria.

 

“A relevância deste Fórum é dialogar com os trabalhadores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), a importância das políticas públicas principalmente neste momento que a política de saúde mental está sofrendo retrocesso com esta portaria. Nós precisamos lutar contra essas medidas, de forma que os conselhos de saúde possam se empoderar, que o controle social possa estar envolvido nesta discussão e lutar por um direito de qualidade no SUS”

 

A programação se estendeu para o segundo debate, quando foram abordados assuntos sobre as intervenções e olhares da saúde, da justiça e do desenvolvimento social. Moderada pela psicóloga especialista em saúde mental, Verônica de Paula Almeida, a mesa debatedora foi composta pelo perito no Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT), Lúcio Costa, a coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Muriaé, Vanessa Magalhães Azeredo e a diretora da proteção especial da Secretaria de Desenvolvimento Social de Muriaé, Cristiane Cruz Teixeira.

 

Na foto, os representantes do segundo debate Cristiane Cruz, Vanessa Magalhães, Lúcio Costa e Verônica de Paula Almeida.

 

 

Estiveram presentes no evento, profissionais da área da saúde de diferentes cidades, professores e alunos do curso de Psicologia da Fagoc.

 

 

 

Ao centro da foto, professor do curso de Psicologia da Fagoc Jefté Moraes Souza, um dos organizadores do evento, com os palestrantes.

 

Clique aqui e confira as fotos.