Fagoc inaugura Centro de Pesquisas e Práticas em Psicologia Nise da Silveira



Na segunda-feira (31), foi inaugurado o Centro de Pesquisas e Práticas em Psicologia Nise da Silveira. O projeto é uma iniciativa do curso de Psicologia da Fagoc e irá oferecer espaço para que os alunos possam exercer a profissão por meio de estágio, projetos de extensão, atividades acadêmicas e atendimentos à comunidade.
 

Clique aqui e confira as fotos da solenidade. 

Nise da Silveira foi a escolhida para representar o projeto devido ao trabalho que desenvolveu como psiquiatra na luta pelos direitos humanos e contra os procedimentos psicológicos abusivos que eram utilizados em sua época para tratar transtornos mentais. "Ela sempre se preocupou com o atendimento aos pacientes, em procurar entender e tratá-los de uma forma humanizada", conta o coordenador do curso de psicologia Alexandre Augusto. 

A cerimônia contou com a presença de autoridades de Ubá, como o Secretário Municipal de Saúde, Thiago de Castro, e também a equipe do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), colaboradores, professores e alunos da Fagoc. Nesse encontro foram apresentadas as instalações do Centro de Pesquisas, projetos em andamento e futuros atendimentos que serão realizados pelos próprios alunos de psicologia com a supervisão dos professores.

A comunidade de Ubá é o alvo principal do projeto, e por meio dele, serão oferecidos serviços gratuitos referentes a acompanhamento psicológico nas áreas de atendimento infantil, judicial, entre outras. "Esse projeto vem inovar, acrescentar e somar para a população de Ubá, pois é por meio de iniciativas desse tipo que os ubaenses passam a ter mais uma oportunidade de bom atendimento, e o que é mais importante, de forma gratuita", comenta Thiago. 

Na cerimônia, o superintendente acadêmico, Marcelo Daibert, contou como essa nova oportunidade pode vir auxiliar no crescimento do curso e também da Fagoc.

"Esse projeto, que se dá início agora, futuramente poderá ser uma referência em Ubá  e região. Tudo foi planejado e sonhado com um objetivo: atender à comunidade e proporcionar aos nossos alunos uma maior vivência na profissão enquanto ainda estudantes para que cheguem ao mercado de trabalho preparados e comprometidos com a profissão", diz.


Além dos atendimentos, o Centro ainda tem a Exposição de Artes Permanentes que é a ala onde ficam exibidos os trabalhos desenvolvidos pelos usuários do CAPS. As obras podem ser adquiridas e compradas no próprio local. 


Alexandre conta que o projeto auxiliará os alunos no engrandecimento pessoal e profissional.

"Os alunos de psicologia têm um fator importante na carreira que é "abraçar a saúde mental". No Centro de Pesquisas e Práticas eles poderão ver de perto como acontece todo o processo de atendimento psicológico, vivenciar novas experiências e aprimorar suas habilidades. Costumo dizer que, o bom profissional de amanhã é o responsável pelo bom trabalho exercido para a comunidade. Espero que pelo trabalho desenvolvido pelos alunos e professores, consigamos modificar o lugar em que trabalhamos, e assim, modificar, também, o panorama da cidade", completa.



Fagoc inaugura Centro de Pesquisas e Práticas em Psicologia

Facebook